terça-feira, 15 de maio de 2012

Consultora organizacional dá dicas de como manter a casa em ordem


CorreioWeb - Lugar Certo

Com a correria do cotidiano, fica cada vez mais difícil deixar a casa sempre arrumada. Em um mundo onde é preciso aproveitar ao máximo o tempo extra, nada mais desagradável do que chegar do trabalho e perder horas organizando a bagunça. A consultora em organização residencial e corporativa, Renata Muniz, dá dicas de como otimizar a rotina para deixar a casa sempre em ordem, mas avisa que mudança de hábitos é fundamental. “Organização não é mágica”, adianta.



Na cozinha,a dica é organizar com lógica! Objetos mais usados devem ter acesso facilitado.

De acordo com Renata, o que os “bagunceiros” precisam entender é que manter a organização é mais desafiador do que criá-la. “Precisamos de disciplina para fazer as coisas de forma diferente”, ressalta. A consultora explica que com os espaços cada vez menores, além da correria do dia a dia, está cada vez mais difícil manter a organização da casa. “A quantidade de moradores e os hábitos de cada um também influenciam na manutenção. A maioria tem dificuldades com os guarda-roupas e a papelada de documentos”, conta.

Veja fotos de armários organizados por Renata Muniz e inspire-se!

Para Renata, na hora de analisar os cômodos é preciso ficar de olho na quantidade de objetos a serem organizados de acordo com a disponibilidade de espaço. “Cada ambiente é único, o mais importante é que a organização seja funcional e a pessoa consiga manter”, explica. O primeiro passo para a organização, de acordo com a consultora, é fazer um descarte de roupas usadas, manchadas, rasgadas ou que você não usará mais. “Separe tudo em grupos”, aconselha. Outra dica é padronizar os cabides. “Fica esteticamente melhor”, opina. Para pequenos objetos como cintos e bijuterias a dica é investir em caixas. O ideal é que a pessoa separe, no mínimo, 15 minutos por dia para organizar pequenos detalhes na casa.


O primeiro passo para a organização, de acordo com a consultora, é fazer um descarte de roupas usadas, manchadas, rasgadas ou que você não usará mais

A consultora alerta que as pessoas não devem deixar para fazer toda a organização de uma só vez. “Preocupe-se em organizar uma pequena parte por vez, muita gente se desespera por falta de planejamento e daí desiste”, aconselha. É importante que cada um saiba qual o seu período de maior produtividade durante o dia – manhã, tarde ou noite – para realizar a organização com maior aproveitamento. Para colocar as contas em ordem, a dica é simples: contas para pagar em uma pasta e as pagas em outra. “Sempre as organize de acordo com as datas para pagamentos”, recomenda. Para o resto da casa, o lema de Renata é simples: “se entra um (objeto), sai outro”.


Deixar os documentos sempre organizados evita estresse em casos de emergência e é fundamental


Quando se têm filhos, a profissional explica que é preciso ensiná-los a respeitar os devidos lugares de cada objeto, assim não é preciso perder tempo procurando o que precisa. “Procure estipular lugares próprios para bolsas e mochilas, calçados, objetos pessoais, além dos objetos de uso compartilhado”, indica. “O mais importante não é guardar, mas sim sempre guardar no mesmo lugar logo após o uso”, aconselha.


Os livros devem ser organizados de modo que facilite o acesso. Os usados com maior frequência devem ganhar lugar de destaque / Dicas para cada ambiente:

Cozinha: Organize com lógica! Deixe os materiais e utensílios que costuma utilizar ao cozinhar, como os temperos e condimentos, bem como as panelas, próximos ao fogão. Formas próximas ao forno, copos perto de filtros ou geladeiras e panos de prato ao lado da pia.

Despensa: Tenha uma lista e anote o produto que está faltando. Verifique a validade dos produtos. Utilize sempre a regra PVPS - primeiro que vence é o primeiro que sai. Ou seja, a melhor maneira de organizar os produtos é colocá-los em ordem de acordo com a data de vencimento. Os que vencem primeiro ficam à frente para serem consumidos antes.

Área de serviço: Tenha um cesto para roupa suja e outra para a roupa limpa. O tamanho vai depender da quantidade de roupa da família e a frequência que se lava e passa roupa durante a semana.

Closet: Caso não tenha muito espaço, faça um rodízio no armário. Guarde as roupas de inverno durante o verão e vice-versa, utilize caixas ou space bags.

Banheiro: Livre-se de tudo o que não usa mais no banheiro. Verifique a validade dos produtos. Coloque tudo o que se usa no banho dentro do box em suportes aramados ou cromado presos à parede para acomodar utensílios como xampu, cremes de cabelo e sabonete.

Ajuda profissional
Para quem opta pela ajuda de um consultor organizacional na hora da arrumação, é preciso saber que ele não irá, de fato, arrumar a casa por você. No caso de Renata, o trabalho funciona da seguinte forma: “Vou à casa do cliente e faço um levantamento do que precisa ser organizado, faço uma breve entrevista e pergunto os hábitos dos moradores. Depois, vejo se há necessidade de descarte ou de algum produto organizador. Se houver, indico o tipo de produto necessário, depois dimensiono o custo e o tempo necessário para organização”, descreve.





Nenhum comentário:

Postar um comentário